1 – Mais de 150 mil alunos do Secundário voltam às escolas

Os alunos do 11.º e 12.º e dos 2.º e 3.º anos dos cursos de dupla certificação voltam a ter aulas presenciais.

  • O uso da máscara é obrigatório para estudantes, professores e funcionários.
  • As escolas devem passar a funcionar das 10 às 17 horas com:
    • turmas reduzidas,
    • horários desfasados e
    • circuitos de entrada e saída.
  • Os alunos apenas terão aulas presenciais às disciplinas alvo de exame, mas mesmo aqueles que não se inscreveram nas provas têm de regressar.
  • Os intervalos podem ser passados dentro das salas de aula.
  • Os bares estarão fechados.
  • As faltas podem ser justificadas, mas os alunos podem perder as aulas à distância se optarem por não regressar.
2 – Creches reabrem com horários desfasados e sapatos à porta
  • As crianças até aos três anos podem começar a regressar às creches, mas com muitas condicionantes. De acordo com a orientação publicada pela Direção-Geral da Saúde, o distanciamento físico de 1,5 a 2 metros entre criança passa a ser recomendado apenas nas mesas de atividades, refeições e espreguiçadeiras.
  • Nas sestas, as crianças devem ser colocadas com a disposição dos pés e das cabeças alternadas.
  • Os pais devem ficar à porta sempre que possível e os horários de chegada e saída serão diferentes, para evitar cruzamento de pessoas.
  • Pode ser pedido calçado de uso exclusivo para a creche e nas salas em que as crianças se sentem, os sapatos devem ficar à porta.
3 – Visitas a idosos marcadas e no exterior dos lares ou unidades de cuidados continuados
  • As visitas a idosos podem ser retomadas, mas apenas se forem:
    • previamente marcadas e devem acontecer,
    • num espaço próprio, de preferência no exterior das instalações e
    • no máximo até 90 minutos.
  • Haverá um número máximo de visitas por dia e por utente, sendo para já de um visitante por utente uma vez por semana, admitindo a DGS que os limites possam vir a ser ajustados.
4 – Restaurantes

74% sem dinheiro para reabrir portas – Um inquérito promovido pela associação nacional de restaurantes (PRO.VAR) revelou que 74% das micro e pequenas empresas quer reabrir, mas não têm liquidez para preparar os espaços para a reabertura. Os restaurantes vão reabrir com:

  • limites à capacidade máxima, tanto no interior como nas esplanadas, que deve ser afixado em local visível.
  • As mesas, que devem ser reservadas previamente pelos clientes, devem ser dispostas a uma distância de dois metros.
  • As ementas devem ser substituídas por soluções não manuseadas como placas manuscritas ou digitais.
  • O uso de máscaras por funcionários é obrigatório assim como dispensadores de gel desinfetante.
 5 – Reabrem lojas com mais de 400 metros
  • Os estabelecimentos até 400 metros quadrados de área podem reabrir.
  • Assim como as lojas maiores desde que só utilizem os 400 metros.
  • A lotação é limitada.
  • O uso de máscara será obrigatório assim como dispensadores de gel desinfetante.
  • As lojas de roupa terão de fechar os provadores ou desinfetá-los após cada uso.
  • A roupa provada terá de ser higienizada ou posta em quarentena.
6 – Museus

Museus, monumentos e palácios reabrem segunda-feira, Dia Internacional dos Museus. Quanto às normas:

  • o tempo de abertura ao público será reduzido,
  • os visitantes terão de usar máscara,
  • os percursos de circulação devem ser reformulados para se cumprirem as regras de distanciamento e
  • deverá haver “piquetes de limpeza”.
7 – Regresso de aulas de condução analisado dia 18
  • Os serviços administrativos das escolas de condução e das entidades formadoras puderam começar a reabrir a partir de dia 11.
  • O retomar das aulas de condução e de exames será reavaliado dia 18.
8 – Centros comerciais pedem antecipação da reabertura de lojas 

A Associação Portuguesa de Centros Comerciais (APCC) pediu ao Governo para a totalidade das lojas dos centros comerciais reabrirem na segunda-feira e não a 1 de junho, como previsto no plano de desconfinamento.

A APCC entregou à DGS um guia de boas práticas:

  • os centros terão um número máximo de visitantes em simultâneo,
  • com os visitantes a permanecerem no espaço o tempo estritamente necessário para a realização das suas compras.
  • O uso de máscaras e dispensadores de gel desinfetante será obrigatório.
9 – Missas

As missas serão retomadas no último fim de semana de maio.

  • Haverá percursos sinalizados, entradas e saídas diferentes sempre que possível
  • o uso de máscara será obrigatório e
  • os fiéis terão de se distribuir pelos bancos cumprindo a distância de segurança.
  • As pias de água benta vão manter-se vazias.
  • O gesto da paz continuará suspenso, assim como a comunhão na boca.
  • Não haverá folha de cânticos.
  • Nem momento de ofertório, mas à saída haverá recipientes para as dádivas.
10 – Fronteiras terrestres continuam fechadas

As fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha vão continuar fechadas até 15 de junho.

Fonte: www.jn.pt 14.05.2020